19 de fev de 2009

Por que quero fazer uma VAM? RTW - Round The World Trip

Gente, isto aqui é pura filosofia e faz bem.
Quero fazer a volta ao mundo porque gosto de conhecer, aprender, melhorar como pessoa, ensinar, e uma viagem, mesmo que pequena, oferece isto. Claro, e o mais profundo: LIBERDADE com restrições (pode?!)

Tem gente que viaja porque está entediada da vida, porque está curiosa para ver como é fazer uma viagem como esta, porque está cheia da roda de gente com quem convive, porque quer fugir da vida ruim que tem, porque é aventureira, porque quer contar pra todo mundo que conhece um monte de lugar, porque é um desafio pessoal, porque quer contrariar alguém, porque estão pagando para ela fazer isto, porque é o trabalho dela, porque está em busca de dados para uma pesquisa, porque está visitando todos os sítios romanos pelo mundo, ou alugares onde há vestígios de civilização chinesa. Meu, qualquer desculpa é boa para fazer uma VAM.
Basta DINHEIRO E CORAGEM.
Foto: Lac Léman - Montreux - Suiça
Vai dar um trabalhão, hein! Estou falando de VOCÊ organizar tudo. E vai levar tempo também. Bastante pesquisa, contato com os primeiros lugares que se vai visitar, ver se está tudo ok para você entrar nos países, se rola um couchsurfing, hospitality club, camping, coisas para a gente já começar economizando.

Também tenho vontade fazer uma viagem como esta pelo prazer de organizá-la. A gente já viaja desde o dia em que decide que vai realizar o projeto. Estamos trabalhando e pensando nela. Conversando com amigos e virando o assunto para o projeto. É algo grande. Muita coisa em sua vida pode mudar depois de uma viagem prolongada como esta, desde descobrir que seu trabalho antigo tinha bem pouco a ver com você, que você não gosta do país em que vive e quer atuar onde possa melhorá-lo, até realmente decidir largar sua vida de antes da viagem, fosse você casado, hetero, homo, tivesse namorado(a), morasse com os pais, avós, ou fosse um solitário. A mudança acontece. Uma coisa que é bem possível surgir é um LIVRO.

Os livros são vomitórios saudáveis, forma de expor sua imaginação, sua passada realidade, seus projetos futuros, diálogos de socorro sobre algo em que você acredita e precisa de apoio.

Escrever libera com pureza seus sentimentos mais egoísta que serão divididos com quem ficou e com quem foi, só para mexer com a saudade. Basta olhar o primeiro rascunho de qualquer texto que você escreveu. Aquilo é você bebê. Sincero. Daí, você vai lapidando, mascarando, provocando com o charme que aprendeu, modificando suas próprias palavras, mostrando alguém que você agora é para os outros. Em literatura de viagem, vale muito seduzir, fazer o leitor viajar e guardar grana para viajar de verdade.

Agora, contem para nós: Porque vocês querem fazer uma VAM?

Abraços em volta de todos!

V for Verônica

Nenhum comentário:

Postar um comentário